Este blog não aderiu ao Novo Acordo Ortográfico!

sábado, 7 de março de 2015

TAG - Confissões de um Bibliófilo

Olá, pessoas! Hoje venho responder a mais uma Tag. Nas últimas semanas tenho sido nomeada para responder a mais algumas, mas aproveito para dizer que não estão esquecidas! 

Ontem à tarde dei um saltinho ao Youtube, à procura de novidades nos canais que sigo, e qual não foi o meu espanto quando vejo a Tita, do canal O Prazer das Coisas, a nomear-me. Não estava nada à espera eheheh.

Eu prometi que responderia em breve, e aqui fica:


1 - De que género literário de manténs longe?

Normalmente, fujo um pouco dos Romances mais românticos. Mas nem sempre sabemos até que ponto um livro é lamechas, quando o compramos, e lá vou tendo alguns na estante. Posso dizer-vos que fujo de livros de não-ficção, em geral, em especial aqueles sobre as mulheres árabes e semelhantes. Não é que não os ache interessantes, porque o são de facto, mas porque acabo sempre por me deprimir durante a leitura. Quanto a vocês não sei, mas eu leio para me abstrair das tristezas do mundo e sendo assim acabo por evitar ler este tipo de livros.

2 - Qual é o livro que tens na estante que tens vergonha de ainda não ter lido?

Vou ali espreitar as estantes e já volto!

(...)


Tenho imensos que encaixariam perfeitamente nesta pergunta. Tenho livros que foram caros e que comprei num ápice, tal era a ânsia de os ler, e ainda hoje estão na estante a ganhar pó. Mas não sinto propriamente vergonha por não os ter lido, é mais um sentimento de consciência pesada. No entanto, tenho um livro, já bem velhinho, que ando há tantos anos para o ler, que já é uma vergonha. Eu não sei bem de onde este livro veio. Tanto quanto sei, é da minha mãe, mas o mais certo é pertencer à biblioteca do meu avô. Não sei... 




3 - Qual é o teu pior hábito enquanto leitora?

Muito sinceramente, não sei. Não é fácil apontarmos os nossos próprios defeitos, mas a verdade é que não costumo escrever, riscar ou dobrar as páginas dos meus livros (só nos manuais escolares e livros técnicos). Tenho sempre muito cuidado com comida e bebidas ao pé dos meus livros, para não os manchar... Que mais poderá ser considerado mau hábito enquanto se lê? Ando a ponderar começar a fazer anotações nos livros em inglês, a lápis, quando surge alguma palavra que eu não conheça. Mas ainda não o pus em prática precisamente porque só de pensar no assunto já me custa...

4 - Costumas ler a sinopse antes de ler o livro?

Depende. Hoje em dia compro livros por recomendação de outros leitores, quando leio algum post em blogues ou vejo vídeos no youtube. Ou então compro livros de autores que conheço há muito tempo e raramente me desiludem. Acaba por ser raro dar muita atenção às sinopses. Só quando vou a uma livraria e ando por lá a vasculhar os livros que nunca vi mais gordos, de autores que não conheço, é que acabo por ir lendo sinopses. Nos meus tempos de estudante passava horas nisto, mas já lá vamos mais à frente.

5 - Qual é o livro mais caro da tua estante?

Tenho dois livros que se destacam na minha estante, por serem os mais caros de sempre. Um deles é o último da Trilogia do Século, de Ken Follett, que me foi oferecido pela minha mãe, e se não me falha a memória, custou à volta de 27 euros. No entanto, tenho outro que conseguiu ser ainda mais caro e, verdade seja dita, no meio de tanto livro que podia ter comprado, não sei o que me deu para trazer este para casa. Refiro-me ao Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa. E não, não o comprei nos tempos em que estava a falar da sua obra na escola, mas muitos anos mais tarde... Lembro-me que dei 36 euros por ele, na Bertrand do Colombo e vim de lá felicíssima com a minha compra. E agora pergunto: será que alguma vez o vou ler??






6 - Costumas comprar livros usados?

Sim e bastante. Vocês já vão sabendo isso. A maioria dos livros que compro são em segunda mão. É muito raro comprar livros novos e, mesmo esses, tento esperar por promoções. A verdade é que é muito bonito dizer que os jovens não têm o hábito de ler, mas o preço dos livros chega a ser absurdamente alto. Comecei por comprar através de grupos de venda no Facebook e quando me apercebi, estava a comprar quase sempre ao mesmo vendedor - o meu bookdealer oficial. De vez em quando lá aparecia pessoal nos grupos a reclamar por receberem livros em péssimo estado, mas nunca me aconteceu nada parecido e se o livro tivesse algum defeito (nem que fosse uma assinatura de um antigo dono), os vendedores avisaram-me sempre. Tive sorte, até agora. Hoje em dia, já nem perco muito tempo a ver os álbuns de outros vendedores e falo directamente com o meu bookdealer, que já me vai conhecendo e nunca me deixou ficar mal. Por cá não tenho alfarrabistas e feiras onde vendam livros em segunda-mão, com muita pena minha.

7 - Qual a tua livraria física preferida?

É muito raro recorrer a uma livraria física, até porque em Castelo de Vide não há nenhuma. Então para poupar nas deslocações, acabo por recorrer a lojas online. Ainda assim, há uma livraria em Portalegre que gosto bastante e sei que é onde o meu namorado se dirige quando me compra algum livro. As paredes estão carregadas de livros e a montra está sempre recheada com as mas recentes novidades. Já para não falar nos funcionários que têm sempre alguma sugestão, até mesmo para os menos entendidos, e são sempre simpáticos. Nos meus tempos de estudante passei muito tempo nesta livraria, com a Su. Raramente íamos só as duas e lembro-me que chegávamos a dar grande seca ao pessoal que ia connosco. Aproveitávamos as tardes livres para nos perdermos a vasculhar as estantes e a ler as sinopses. E depois acabávamos as tardes na gelataria, um pouco mais acima, onde os gelados eram divinais, apesar da funcionária ser um bocadinho assustadora... Enfim, bons tempos!

8 - Qual a tua livraria online preferida?

Gosto muito da Wook e da Fnac, se bem que ultimamente só compro livros na Fnac se houver alguma promoção jeitosa. Caso contrário recorro à Wook, pois apesar de ser afiliada, o sistema de PPL também é muito útil e não pago portes.

9 - Tens algum orçamento mensal para comprar livros?

Eu bem tento, mas rebento sempre com ele! Não estipulo um certo valor mensal para comprar livros, mas tenho o meu plano de compras. Este mês portei-me muito mal, mas nos últimos dois meses até correu relativamente bem.

10 - A quem passas esta TAG?

A Tita já nomeou algumas bloggers que eu também gostaria de nomear e por isso não vale a pena estar a referi-las novamente. Gostava muito que a Su, do blogue Voyage, respondesse, mas quem estiver desse lado a ver este post e tenha gostado da Tag, sintam-se convidados a responder!

9 comentários:

  1. Oi oi!
    Tenho esta tag para responder também, mas vou fazer em video ^_^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Pois, a Tita também te nomeou. Vai gravar Neuza!

      Eliminar
  2. Oi :)

    Também tenho vários desses hábitos de leitura, até mais que esses - como por exemplo não abrir muito um livro durante a leitura, me dá um pouco de agonia vendo as pessoas novídeos dobrando o livro, escancarando mesmo, ai que dor! - e sinceramente não acho que sejam maus hábitos.
    E também leio para me distrair de tudo, então não gosto lá de ver e ler histórias deprimentes - a vida já é tão complicada... Fora que me envolvo demais com a história e personagens, e com isso ler algo assim só iria me fazer sentir horrível depois de acabar o livro. :/

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Não me lembrei dessa de dobrar os livros. Também não gosto nada. Depois as lombadas ficam todas marcadas...

      Esses livros de não ficção que referi, são bons livros porque nos dão a conhecer outas culturas. Ficamos a conhecer melhor algumas regras e tradições e tudo mais, mas é como dizes, a vida já é tão complicada! E por vezes aparecem cenas tão revoltantes que só me apetece atirar o livro ao ar... Não, sem dúvida que prefiro ficção, seja lá de que género...

      Eliminar
  3. Olá Sofia,
    Foste bem rápida a responder e gostei muito das tuas respostas =)
    E como te percebo com os livros a ganharem pó até serem lidos eheheh e quanto ao Livro do Desassossego, talvez um dia ;)
    E também não sou fã de livros lamechas nem desses de não-ficção que referiste, principalmente pelo mesmo motivo do que tu.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita!

      Eu não brinco em serviço! Mas agora a falar a sério, era uma Tag simples, caso contrário não tinha sido tão rápida.

      É que não sei mesmo o que me deu para comprar o Livro do Desassossego! Lembro-me que me arrependi logo no dia seguinte, quando tentei começar a lê-lo. Mas um dia ganho coragem e vou lendo aos poucos!
      Livros lamechas e de não ficção, não mesmo! Se bem que estou a ler o "Por Trás das Grades" e apesar de ser bem interessante, não está nada fácil. É revoltante!

      beijinhos

      Eliminar
  4. Viva,

    Boa tag sem duvida e cuidado que quando respondes a uma vão aparecer-te muitas mais ehehe, mas pronto se gostas e tens tempo, até fica muito bom :D

    Temos algumas semelhanças, ou responderia de forma identica, mas tambem algumas coisas diferentes, é normal, eu algo que não leio é mesmo poesia e faço mal bem sei :(

    Bjs e boas tags :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fiacha!

      Já reparei nisso, mas também dão jeito para aqueles momentos em que o blogue anda parado, por falta de inspiração do autor. Nessas alturas as Tags dão um jeitão!

      Já sei que não vais responder à Tag completa, mas conta-me lá o que responderias de diferente. Agora também quero saber :) Ah e eu também fujo de poesia, mas ainda fujo mais de não-ficção...

      Eliminar
  5. Yeah, mais uma TAG! Esta já tem perguntas mais simples, ufa! Achei tanta piada à recordação da livraria e das nossas idas até lá (e à gelataria nhamy xD) Vou responder, sim :D
    beijinho!

    ResponderEliminar

Os comentários são sujeitos a moderação. Seja construtivo :)