Este blog não aderiu ao Novo Acordo Ortográfico!

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Estou de volta, espero eu....

Olá Olá!!

Não imaginam as saudades que tive de vir ao blogue. Antes de mais quero agradecer as palavras de apoio que me deixaram no post anterior. Sim, este verão não foi nada fácil e ainda está tudo um pouco turvo, mas agora que já estou na minha casa, que aos poucos vai-se compondo, começo a recuperar o folgo. 

E pois é, sou oficialmente independente. Por momentos penso em como a vida está difícil e fico cheia de medo pelo passo que dei, mas a verdade é que sempre gostei de ter o meu espaço e acima de tudo sinto-me feliz. Completei 26 anos este mês e isto de estar mais perto dos 30 que dos 20 começa a doer. É inevitável não comparar a minha vida com a dos meus amigos de infância que já vivem com os respectivos companheiros, que já têm filhos ou que até já se casaram. Não devo ser a única pessoa à face da terra a fazer este tipo de comparações, claro. Mas na verdade, qual é a pressa?

Quanto à casa nova, as arrumações estão a ser feitas a passo de caracol. A cozinha e o quarto - o essencial - já estão orientados. A casa de banho ficou ontem oficialmente pronta, quando o meu namorado afixou o espelho na parede. Mas a sala ainda está um caos! Vou mobilar esta divisão aos poucos, porque na verdade não é prioritário. E eu gosto de saber que, apesar de levar tempo e de ser difícil, o que quer que lá ponha vem do esforço do meu trabalho. Nestas coisas sou um pouco orgulhosa. E posto isto, não tenho mesa de jantar, nem sofá, nem tv, nem estantes para os livros.... Aos poucos lá chegarei. Em vez disso, são caixas e sacos e ferramentas por todo o lado. O pior mesmo são os livros! Só agora tenho noção da quantidade de livros que tenho dentro de caixas e que por enquanto vão ficar à espera de estantes novas - que também cá chegarão um dia. 

O Tobias está enorme!! Já tem 3 meses e é um reguila do pior. Só quer roer cabos e a morder-me as mãos. E dormir, claro. Acho que quando eu estou no trabalho, ele aproveita para dormir. Já lhe disse que podia ir arrumando qualquer coisa, mas ele faz de conta que não me percebe. Há muito que não tinha um gato bebé e não me recordava como tudo em casa fica mais complicado. Eu varro, ele espalha; eu passo a ferro, ele derruba; eu lavo o chão, ele patinha; etc. As primeiras noites juntos não foram muito fáceis porque quando eu chegava a casa e tentava dormir, ele queria atacar-me brincar.... Mas ao fim de duas semanas, acho que já estamos mais sintonizados no que toca a horas para brincar e dormir. Ainda assim é um fofo e tem-me feito muita companhia. Queria mostrar-vos uma foto dele, mas ficam sempre tremidas - porque ele não consegue estar quieto!!!

Em relação ao blogue, espero agora voltar ao meu ritmo anterior. Sinto falta de escrever e de pegar num livro, que foi coisa que também não fiz neste período de ausência. Chegaram alguns livros cá a casa por parte de parcerias e também como prenda de anos (de mim para mim, claro) mas como ainda falta chegar alguns livros, mostro-vos tudo mais tarde num outro post. Já sabem que as aquisições vão passar a ser escassas por aqui, pois todo o dinheiro que consiga juntar faz falta para mobilar o resto da casa. Mas de vez em quando cá chegará um ou outro.... Continuo a ter o meu caderno cheio de ideias para posts e aos poucos vou dedicar-me a elas. 

É bom estar de volta! Espero encontrar-vos desse lado :)

9 comentários:

  1. Ainda bem que está tudo a correr bem. :D
    Cá te espero. xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nuno!

      Aos poucos tudo se vai compondo.

      Cá estarei :D

      Eliminar
  2. Olá Sofia!
    Que bom!! Demora o tempo que precisares, vamos estar sempre aqui ;)
    Ah pois, agora é ires decorando a tua casinha aos poucos, mas deve ser uma sensação fantástica de termos a "nossa casinha".
    Oh pah, nem me fales em idade... este ano faço 34 e não tenho perspectivas de sair de casa da mãe =(
    Tens que pedir ao Tobias para não se mexer tanto pois quero muito vê-lo XD
    E já sabes, se puder ajudar em algo, conta comigo =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita!

      É uma sensação muito boa e ainda por cima eu sabia o que estava a perder. Os meus últimos anos por Évora, em que conciliava os estudos com o trabalho também acabei por arranjar um t1 para viver sozinha. Era um descanso não ter que me cruzar com ninguém a toda a hora. Depois acabei por voltar para casa dos pais e por lá me aguentei 2 anos, até agora.

      O raio das idades pesam que se farta, nem que seja na nossa cabeça.... Mas olha que se não fosse tudo o que se passou com os meus pais, provavelmente também não tinha saído da casa da minha mãe.

      O Tobias é do pior! Ontem tentei fotografar os livros que chegaram cá a casa mas não mostrei porque em todas aparece um bocado do Tobias nos cantos das fotos (a cauda, a orelha, o focinho...) sempre tremido! Ai....

      Obrigado Tita :)
      beijinhos

      Eliminar
  3. Spii de regresso à blogosfera xD vai correr tudo bem, não te preocupes :D

    beijinho grande!

    ResponderEliminar
  4. Ois,

    Fico contente que esteja tudo a correr bem e claro que estejas de volta, cá estaremos para comentar :D

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Mas no final de tudo, nada como termos o nosso espacinho, ao nosso gosto, tudo onde queremos, como queremos, sem dar satisfações... Claro que vem as responsabilidades acrescidas (contas, limpezas, etc...), mas no final... É ter sempre presente que temos o nosso cantinho .... ;)
    Bem-vinda de volta :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida nenhuma! Eu gosto muito de viver sozinha e pode parecer estranho dizer isto, mas às vezes sabe-me bem estar em casa sem ver ninguém. As responsabilidades são o pior (principalmente a parte das despesas) mas há que pensar positivo :)

      Eliminar

Os comentários são sujeitos a moderação. Seja construtivo :)