Este blog não aderiu ao Novo Acordo Ortográfico!

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Adeus, avó! Um romance histórico entre Angola, Cabo Verde e Índia


Adeus Avó – Ecos do Passado Colonial
Augusto Reis
15x23
408 páginas
20,00 €
Ficção/Romance
Guerra e Paz Editores


Chega com os sons quentes do crioulo e o jeito gingão do quimbundo e quicongo de Angola. Adeus, avó! é o romance de estreia de Augusto Reis, português que viveu na Índia, em Cabo Verde e Angola, passou novamente por Lisboa e que, há cerca de 40 anos, se fixou na Holanda. Professor de Línguas e História da Cultura, dedica-se a decifrar perspectivas sobre Angola, denunciar abusos cometidos durante a colonização e analisar momentos e processos que iniciaram a queda do colonialismo.
Adeus, avó! chega às livrarias a 1 de Fevereiro e é o reflexo de todos estes ecos do passado.

Ambientado entre Angola, Cabo Verde e a Índia de meados do século passado, Adeus, avó! é uma incrível viagem ao princípio do fim do império colonial, um romance histórico que combina ficção e magia, numa emocionante história que retrata os anos 50 e 60 sob diferentes perspectivas, abordando temas como a escravatura, racismo, ditadura, homossexualidade e religião.
Com mestria e habilidade, Augusto Reis tece um enredo que une o quase escravo das plantações de algodão Tôko e o endiabrado Tininho que acaba de chegar a Luanda, nos anos 60, já depois de ter trocado Lisboa por Goa e de se ter perdido em Cabo Verde, terra da sua querida avó, Maria Galvão. Que histórias unem estes dois destinos?

A sessão de lançamento de Adeus, avó! decorre a 23 de Fevereiro, às 18h30, na Bertrand Picoas Plaza, em Lisboa. Com apresentação de Bob de Jonge, Professor de Linguística na Holanda.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são sujeitos a moderação. Seja construtivo :)