Este blog não aderiu ao Novo Acordo Ortográfico!

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Divulgação - Cozinhar ComPaixão [Guerra e Paz]

Quatro professoras, um projecto ambicioso, muita compaixão e uma pitada de empatia: eis a deliciosa receita para abolir o consumo de carne das mesas dos portugueses. Difícil? É só seguir todos os passos de Cozinhar ComPaixão.

As professoras Maria João Lima, Cristina Nunes, Maria Beatriz Vaudano e Ana Cristina Marques juntaram-se para criar Escola Vegana, um projecto implementado na Escola Secundária Professor José Augusto Lucas, em Linda-a-Velha, na qual leccionam.

À redução do consumo de açúcar, sal, alimentos processados e químicos, as quatro docentes acrescentaram um objectivo ainda mais ambicioso: abolir o consumo de proteína animal.

Da criação do projecto até à edição do livro Cozinhar ComPaixão, pela Guerra e Paz, foi um passo. A ideia é dar a conhecer o projecto Escola Vegana aos agrupamentos de todo o país, para que possam fazer escolhas mais saudáveis e divertidas nas cantinas escolares, e mostrar à população em geral que é possível manter uma alimentação saudável com produtos exclusivamente portugueses.

O respeito pela natureza, a sustentabilidade, assim como a compaixão e empatia pelos animais que habitam o nosso planeta são palavras de ordem deste movimento vegano.

Acha difícil que o povo português prescinda de algumas das suas iguarias? Então espere para ver as delícias que estão nas 184 páginas de Cozinhar ComPaixão, um livro totalmente ilustrado, com surpreendentes propostas, que farão um aficionado de rojões pensar duas vezes.

E se está relutante pelo desconhecimento deste novo «mundo verde», nada tema: este livro irá ajudá-lo desde a escolha dos produtos até à sua aplicação na cozinha. E nem tem de se despedir dos seus velhos pratos favoritos: este livro apresenta várias recriações de pratos da cozinha tradicional portuguesa, entre os quais se destacam as favas à portuguesa, a caldeirada, o rancho e o arroz-doce.

A opinião clínica foi tida em conta, pelo que as quatro professoras visionárias convidaram a naturopata Cátia Antunes, autora do livro 365 Dias com Saúde, para escrever o prefácio e atestar as receitas.



Mais do que um livro de receitas, Cozinhar ComPaixão é um livro de apologia gastronómica essencial para todos aqueles que pretendem aventurar-se a ter um corpo e mente saudáveis.


Cozinhar ComPaixão
Maria João Lima, Ana Cristina Marques,
Cristina Nunes e Maria Beatriz Vaudano
Não Ficção / Gastronomia
184 páginas · 16,8x21 · 16,90 €
Nas livrarias a 16 de Outubro
Guerra e Paz, Editores

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Divulgação - "Uma Lágrima na Face da Índia", o fantástico romance de estreia de Daniel Nunes de Sousa

Uma Lágrima na Face da Índia, o romance de estreia de Daniel Nunes de Sousa, acaba de chegar!


Já pode adquirir aqui o novo romance de Daniel Nunes de Sousa. "Uma Lágrima na Face da Índia" é um romance intenso, vibrante, tal qual as cores e os sabores daquele país. Conta a história de Noah, um infeliz enfermeiro de Londres, que decide partir para a Índia, em busca de sentido para a sua vida. Acaba por se apaixonar à primeira vista, mas rapidamente descobre que, na Índia, não basta que duas pessoas se amem para ficarem juntas.
Profundo conhecedor da Índia, Daniel Nunes de Sousa traz-nos um romance que retrata um país onde as mulheres não são respeitadas e onde a violência de género espreita a cada esquina. Um romance fundamental para perceber o contexto deste país, tão amado por uns e odiado por outros




Divulgação - A Vida é Um Desafio, Filomena Fonseca [Guerra e Paz]

Dos balcões de um banco para as bancas das livrarias. Filomena Fonseca decidiu, aos 66 anos, inspirar os portugueses com o saber de experiências feito. Afinal, a Vida É Um Desafio e há que vencê-lo diariamente.  


Os portugueses parecem ter voltado a respirar fundo, após uma complicada crise económica que levou o nosso país a ser resgatado pelo Fundo Monetário Internacional, o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia: a sobejamente conhecida troika.  Mas será que os fantasmas da austeridade, do desemprego, da precariedade e da instabilidade não deixaram marcas?

Para Filomena Fonseca, antiga bancária que hoje se dedica à pintura e à poesia, ainda existem muitos medos por vencer nas mentes dos portugueses. Para Filomena, «a sociedade será sempre o que forem os homens» e como tal há que melhorar a vida de cada individuo para uma sociedade mais estável.

Foi no sentido de encontrar respostas para os desafios diários dos portugueses que a autora decidiu lançar o seu primeiro livro em prosa. A Vida É Um Desafio é uma reflexão de Filomena perante o mundo actual e a necessidade de abrir alas à mudança para uma vida mais positiva.

Esta é uma obra que prima pelo optimismo e tenta encontrar soluções práticas para superar tempos sombrios no trabalho, na relação com o outro e na vida. Uma mensagem de esperança contada na primeira pessoa, através de 50 breves histórias vividas pela autora e por outras pessoas que aceitaram divulgar as suas experiências de superação.

«Tire ilações e motive-se.» É este o convite de Filomena Fonseca para a leitura de A Vida É Um Desafio, um livro de desenvolvimento pessoal com a chancela Guerra & Paz.


A Vida É Um Desafio
Filomena Fonseca
Não Ficção / Desenvolvimento Pessoal
224 páginas · 15x23 · 15,00 €
Nas livrarias a 16 de Outubro
Guerra e Paz, Editores

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Festival Portalegre Core - 5ª Edição Warm Up!

Warm Up da 5ª edição do Festival Portalegre Core acontece já esta 6ª feira dia 19 de Outubro de 2018. Com o marco da 5ª edição, a organização decide assim promover o Warm Up de forma a assinalar a especial data. SynlakrosS é o projecto de Metal Espanhol escolhido para a data referida, sendo que, é a primeira vez destes em terras Lusas. Já o Festival acobtecerá nas datas de 2 e 3 de Novembro com bandas como: [IN MUTE] (Espanha) + FALLCIE (Rússia) + Primal Attack + Thirdsphere + Hochiminh + In Vein + Impera + Forja.




sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Divulgação - O Pequeno Livro dos Grandes Insultos [Guerra e Paz]

Não insulte, mande-os para a página 52 ou 53

O Pequeno Livro dos Grandes Insultos
Manuel S. Fonseca
Não Ficção / Lazer e Tempos Livres
144 páginas · 15x23 · 13,50 €
Nas livrarias a 16 de Outubro
Guerra e Paz, Editores


Estão aqui reunidos, pela primeira vez, os mais vivos insultos e os mais desembestados palavrões da língua portuguesa.
É um livro sério? É, mas não é bem só isso.
É um livro para rir? É, mas é mais do que isso.


Chico-espertismo no transito, uma grande penalidade não assinalada, antipatias antigas, feridas por curar. Por toda a parte já se deparou com uma vontade incontrolável de lançar uma injuria capaz de levar ao tapete um campeão de pesos-pesados. Foi capaz? Controlou os instintos?

Se o fez, chegou a hora de exorcizar todos esses impulsos contrariados ao longo de anos através de um aliado frutífero, a maior arma de destruição massiva que a humanidade já conheceu: o livro.

Com O Pequeno Livro dos Grandes Insultos os seus desabafos ganharão sentindo. Com esta obra, a Guerra & Paz vem colmatar uma lacuna editorial na qual o palavrão surge como um destemido anti-herói de capa negra, munido de granadas capazes de derrubar os valores da paternidade e da maternidade, abalroar os pilares que suportam a virilidade, destruir os padrões da decência instituídos.

Mas não julgue que o editor, cronista e autor Manuel S. Fonseca enlouqueceu. Este é um livro que leva ao colo os maiores palavrões portugueses. O autor juntou-lhes lengalengas brejeiras, expressões chulas e insultos de todo o mundo, mas não descura a sensibilidade, elegância e bom-senso. É o humor o homem do leme neste livro que pretende mostrar o outro lado do insulto: o reforço de convivialidade, o seu efeito catártico e até mesmo terapêutico.

Um livro que convida a uma viagem arrojada à montanha-russa dos insultos, com paragens na Finlândia, na China e nos Estados Unidos da América. Embarque e traga um amigo, pois este é um livro que não se deseja aos piores inimigos, mas deve oferecer-se com grande sentido de humor àqueles de quem mais gostamos.

Agora já não precisa de insultar ninguém. Se lhe estão a dar cabo do juízo, é só mandá-los para a página 25 ou mesmo para 70, logo a seguir à 69.*

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Divulgação - Frei Luís de Sousa [Guerra e Paz]



Frei Luís de Sousa
Almeida Garret
Colecção Clássicos Guerra & Paz
Ficção / Literatura Portuguesa
184 páginas · 15x23 · 12,90 €
Nas livrarias a 16 de Outubro
Guerra e Paz, Editores


As grandes obras têm o poder de se tornar inesgotáveis, de vencerem as malhas do tempo e de serem eternas.
Saiba porque é que a obra de Almeida Garret ainda se mantem viva em 2018.


Do século XIX chega-nos Frei Luís de Sousa, peça de Almeida Garret editada pela Guerra & Paz Editores com intuito de conferir excelência à sua colecção de clássicos.
Mas este texto com quase 200 anos é bem mais do que isso. Frei Luís de Sousa é considerada uma obra-prima do teatro romântico e uma das mais míticas da literatura portuguesa. Não é por mero acaso que se mantem, em pleno ano de 2018 e após constantes mutações nos programas escolares, como obra de leitura obrigatória no ensino secundário.
Para quem leu, a releitura não será nunca uma perda de tempo, para quem não leu, saiba que Almeida Garret continua bem vivo nas 184 páginas deste livro. E porquê? Porque se inspirou em temas intemporais como a liberdade, a denúncia da tirania social e o flagelo da perda de identidade.
Dia 16 de Outubro já pode reencontrar nas livrarias portuguesas personagens como o nobre Manuel de Sousa Coutinho a atormentada Madalena, a prodigiosa, mas frágil Maria, o sebastianista Telmo Pais e Romeiro, a mais assombrosa das figuras: um fantasma, um homem sem identidade que através do célebre «Ninguém» ficou na história da literatura portuguesa.

Nesta nova edição poderá encontrar uma nota introdutória, o resumo de cada acto, o «Prólogo dos editores», «Memória ao Conservatório Real» e ainda a lista de personagens.

Um Clássico Guerra & Paz a não perder.

Divulgação - Estudos Sobre Heidegger [Guerra e Paz]



Estudos sobre Heidegger
Mafalda de Faria Blanc
Não Ficção / Filosofia
344 páginas · 15x23 · 18,00€
Nas livrarias a 16 de Outubro
Guerra e Paz, Editores


Em pleno período niilista da cultura ocidental, no qual os valores, convicções, sentidos e «porquês» parecem desvalorizados, conheça os pensamentos de Martin Heidegger, um dos maiores filósofos do século XX em Estudos sobre Heidegger, um livro de Mafalda de Faria Blanc.



O nome do filósofo alemão Martin Heidegger continua a gerar controvérsia. Desde logo pela filiação no Partido Nazi, de Adolf Hitler, da qual nunca se desculpou. Depois pelo profético desvelamento poético da verdade, que reabre um novo começo da história, em oposição ao niilismo que reina na sociedade ocidental desde o início do século XX.

Da sua Ontologia, corrente de pensamento que situa o ser humano num contexto de ser-para-a-morte, resulta uma divergência: se por um lado os chamados filósofos continentais observam a sua obra como um marco de inovação, por outro os filósofos analíticos rejeitam o seu pensamento. 
Mafalda de Faria Blanc, professora de Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, vê em Martin Heidegger a sua maior referência, motivo pelo qual se tem vindo a especializar na obra do alemão desde a década de 1980. O percurso filosófico da autora assenta no estudo da Ontologia, da Metafísica e da História da Filosofia.

Da admiração pela obra do filósofo alemão, nasce Estudos sobre Heidegger, um livro que analisa a evolução diacrónica da ontologia de Heidegger ao longo de três grandes períodos: o da Analítica existencial, o da História do ser e o da Topologia do ser.

Sobre Martin Heidegger, Mafalda de Faria Blanc já publicouO Fundamento em HeideggerIntrodução à OntologiaMetafísica do TempoEstudos sobre o Ser I e II Crise de Sentido e Tarefa do Pensar.

Um livro com a chancela Guerra & Paz, essencial para quem estuda filosofia.